,

Como o uso de bebedouros ajuda a prevenir doenças?

A água é um dos elementos mais importantes para a preservação da vida, sendo uma das principais responsáveis pela manutenção de diversas funções vitais do corpo humano. Mas ela pode também ser o vetor de várias doenças, caso não esteja livre de vírus, bactérias, corpos estranhos e outros elementos patogênicos. Tendo isso em vista, o post de hoje mostrará como os bebedouros podem ajudar os seres humanos, principalmente em locais de grande circulação de pessoas, a prevenir doenças muitas vezes transmissíveis de uma forma muito fácil. Saiba tudo nos tópicos abaixo!

Doenças que podem ser transmitidas pela água não tratada

Vamos iniciar falando sobre as doenças que podem ser transmitidas em função do tratamento indevido da água, justamente em função de ser o principal problema a ser enfrentado por empresas, instituições de ensino e outros locais onde há grande circulação de pessoas, no que diz respeito às formas de fornecimento de água potável. Entre as doenças que as pessoas estão suscetíveis a ter pela falta de tratamento da água estão:

Leptospirose

Doença bacteriana provocada pela urina do rato que pode infectar fontes de água consumíveis. São vários os sintomas que a pessoa infectada apresenta, como erupções na pele, febre, problemas nos rins, e que em alguns casos pode evoluir para o óbito do paciente.

Hepatite

Trata-se de uma das patologias mais violentas e facilmente adquiridas por pessoas que entram em contato com coliformes fecais de pessoas que já possuem a doença por meio de fontes de água não tratada. É uma grave inflamação do fígado, e que poderia ser evitada pela utilização de bebedouros.

Esquistossomose e cólera

A forma de transmissão dessas doenças é dada da mesma forma que a hepatite citada no caso anterior, e provoca no paciente fortes diarreias que podem levar à desidratação, além de problemas sérios em vários órgãos do corpo humano.

Bebedouros como forma de prevenir doenças

Os bebedouros afastam consideravelmente as possibilidades de proliferação de doenças, em função de serem construídos não somente para serem uma fonte de água potável, mas também serem constituídos de filtros que impedem a proliferação de vírus e bactérias. Além disso, eles captam a água a ser utilizada de meios confiáveis, como a água tratada pelas companhias fornecedoras, por exemplo, ou em caso de impossibilidade, de galões ou reservatórios de água devidamente livres de elementos patogênicos e corpos estranhos.

Além disso, há de se salientar que a presença de bebedouros ainda pode prevenir doenças provenientes do compartilhamento de copos, como herpes, mononucleose, gripes e resfriados e até a hepatite. Mas isso depende, é claro, da adequação da cultura local pela adoção de recipientes próprios e/ou descartáveis aliadas ao recurso.

Importância da manutenção devida

A utilização de bebedouros pode ser muito eficaz para prevenir doenças, mas desde que eles sejam devidamente mantidos por higienizações e esterilizações regulares, além da substituição dos filtros no período correto, o que pode ser combinado com a empresa fornecedora do equipamento. Sobretudo, é importantíssimo que os próprios usuários cuidem da higiene do local, limpando sempre com soluções de água sanitária e enxaguando bem as bandejas e outros locais de contato direto com a água.

Gostou do nosso post de hoje? Então não perca mais nenhum conteúdo assinando a nossa newsletter!