, ,

Saúde do trabalhador: por que as empresas precisam se preocupar?

De uma maneira simples e direta, preocupar-se com a saúde do trabalhador não só garante uma boa imagem e estrutura para sua empresa, como aumenta a produtividade e cria um ambiente propício para que seus funcionários entreguem o seu melhor.

Para se ter uma ideia, nenhuma empresa deve operar legalmente se não houver um setor de segurança do trabalho, próprio ou terceirizado, o que é mais comum neste último caso.

Mas não é preciso pensar por esse lado burocrático para se preocupar com a saúde do trabalhador. Existem atitudes simples, que pelo simples cuidado para com os funcionários fazem muito mais diferença em suas vidas e sensivelmente em seu negócio. Veja abaixo como utilizá-las bem:

Questões legais quanto à saúde do trabalhador

Toda empresa deve ter em seu quadro de funcionários uma equipe dedicada à segurança do trabalho, que pode ser terceirizada. Cabe a essa equipe cuidar dos exames de admissão e demissão de funcionários, realizar treinamentos periódicos de segurança, além de estar atualizada quanto ao quadro clínico dos funcionários.

Além disso, é de responsabilidade da equipe de segurança do trabalho direcionar as questões de cuidados nas instalações de serviço, averiguando se todos os detalhes quanto ao segmento de mercado escolhido estão corretos. E isso inclui a instalação de bebedouros.

Pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), todo local de trabalho deve oferecer água filtrada, potável e fresca para seus funcionários, não devendo estar mais do que 100 m do ambiente de trabalho. Isso significa que a água precisa passar pelos processos de filtragem e desinfecção, e estar na temperatura adequada para manter os funcionários hidratados. Esse cuidado pode ser muito simples de se oferecer com o bebedouro adequado.

Atitudes simples por um ambiente seguro

O caso do bebedouro é uma atitude de várias que se pode tomar quanto à saúde do trabalhador. E existem outras tantas providências importantes, que podem deixar os seus funcionários muito mais motivados a agir pela empresa.

Aqui vão algumas de exemplo:

Treinamentos periódicos

Ministrar primeiros socorros, entender o que é segurança do trabalho e aspectos referentes à sua área de atuação são alguns dos tipos de treinamento que podem ser dados anualmente ou a cada seis meses. Dessa forma, você terá uma equipe preparada para lidar com situações tanto pessoais como externas.

Apoio psicológico

Os psicólogos costumam ser necessários, principalmente, no setor de RH de uma empresa, mas podem exercer papel importante para os funcionários que precisam de um apoio específico para se manterem produtivos.

Equipamentos de segurança

Isso é obrigatório em setores de risco, como em usinas, fábricas, construções e vários outros. Nenhum trabalhador em locais de risco deve estar sem os equipamentos apropriados nem deixar de ter qualquer amparo a respeito.

Assistência em caso de emergência

Uma empresa pode não ter um médico de prontidão, mas precisa oferecer os meios para que seus funcionários, ou mesmo clientes, tenham atendimento adequado em caso de emergência. E aqui pode ser incluído o bebedouro.

Estes são apenas alguns dos tipos de cuidados que garantem a saúde do trabalhador e vão oferecer a segurança que ele precisa para realizar suas tarefas.

Já foi comprovado que, com a devida atenção, é possível diminuir atrasos e faltas, aumentar a autoestima do grupo, o que por consequência aumenta o faturamento da empresa. Portanto, não deixe de fazer sua parte pela segurança do trabalhador.

Se aprendeu algo de novo com este artigo, assine a nossa newsletter!